domingo, 13 de março de 2011

Ciclo encerrado




Para que uma porta se abra é necessário que uma outra porta se feche. É necessário que as coisas deixadas de lado não sejam simplesmente deixadas de lado, mas que sejam realmente esquecidas, é necessário que se tire do que passou a lição que se tem de ser tirada e o que restar apenas como peso mental seja excluído. O fim de um ciclo marca o inicio de um novo, marca uma renovação, renovação em que as mudanças se fazem presentes e a tranqueira do passado é largada na lixeira. É quando o imponderável do sempre curioso caos revoluciona mais uma vez os momentos antes monótonos da nossa vida. O novo ciclo também terá seus altos e baixos, e sempre se espera que os baixos não sejam causados pelos erros por hora transpostos do ciclo anterior.


( Lana Cristina )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário