quarta-feira, 11 de setembro de 2013


Coisa mais sublime é parir o poema
Cuspir, abortar, expulsar
A poesia que que chegar
Sem pedir licença

Reconhecida a beleza da abstração
É dificílima também a métrica
Vem nos lembrar que não nos basta a poética -
Cuidado, aja um pouco com paixão!

Por isso, reconsidere:
Amor é tudo
Ainda que você renegue

Mas não se espante
Se um dia o poema for embora e
Levar consigo tudo pra bem distante!

Ravenna Scarcela Angeline

2 comentários:

  1. ObAdorei a imagem.. Tudo a ver com o poema!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que curtiu, assim como curtimos suas produções ;)

    ResponderExcluir